sessoes_site_michel_ramalho_sobre.png

"A arte não é um espelho para refletir o mundo, mas um martelo para forjá-lo."

Vladimir Maiakóvski

Michel Ramalho é desenvolvedor visual, ilustrador e quadrinista. Apaixonado por contar histórias, principalmente usando luzes e cores.

No meio audiovisual, trabalhou com clientes como Coca-Cola, Tiktok, Turma da Mônica, Bibi, Wacom, Danone, Nestlé, Warner Music, Illusionize, Sintg, Claro, Vivo, Fiat, Mercado Pago, WSL (World Surf League), Land Rover, Livraria Cultura, Embratur, entre muitos outros.

Foi cenarista para o Studio Birdo (Cupcake and Dino – Netflix), Split Studio (série do Seninha), foi diretor de arte e desenvolvedor visual no Studio Hype e também participou de projetos incríveis ao lado da Dirty Factory, Studio Zombie, Pimp, 3C Gaming, Studio Ovelha Negra e Fly, entre outros.

No meio editorial já atuou com trabalhos para revistas como Recreio, Picolé (Coquetel), fez diversos trabalhos para literatura adulta, juvenil e infantil para diversas editoras como Somos Educação, Moderna, FTD, Novo Século, Edebe, Scipione, Richmound, Ânglo, Estúdio Anexo (Mackenzie), Scriba, Systemic, Uno e Rufus.

Como quadrinista, foi colorista da HQ “ Até o fim” (com roteiro de Eric Peleias e arte de Gustavo Borges) e é autor das HQs "De noite amanheço", “I wanna be Dino”, “Dois”, "Já vi de tudo", "Dobra"(com Fernanda Montoni) “Légume e tempo” (Editora Estrela Cultural), "Légume do lado avesso" e “Querido Diário”, seu último livro que fala exclusivamente sobre processo criativo.

E segue com a missão de encher esse mundão de arte!